A relação entre endometriose e enxaqueca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
A relação entre endometriose e enxaqueca

Neste artigo iremos abordar a possível relação entre endometriose e enxaqueca. Confira.

Mulheres que vivem com endometriose têm quase duas vezes mais chances de ter enxaqueca do que as mulheres que não sofrem com a doença. Na verdade, 43% das pacientes com endometriose que responderam uma pesquisa realizada nos Estados Unidos em 2021, afirmaram ter crises de enxaqueca.

Qual é a relação entre endometriose e enxaqueca?

Ainda não sabemos a razão por trás da ligação entre endometriose e enxaqueca. As teorias incluem um desequilíbrio hormonal causado pela endometriose – ou que causa a doença – que também seria o gatilho para enxaquecas. 

Ou talvez a dor crônica da endometriose faça com que o cérebro fique mais atento à dor, fazendo com que as dores de cabeça sejam mais intensas para pacientes com endometriose. Ou ainda, o contrário: a dor da enxaqueca pode tornar a dor da endometriose mais intensa.

Outras teorias levantam a possibilidade de que a inflamação causada pela endometriose possa causar enxaquecas, ou mesmo que poderia haver uma fonte genética para a questão. Simplesmente não sabemos ainda.

Seja qual for a causa, parece que quanto pior é a dor da endometriose, mais severas tendem a ser as enxaquecas. Enxaquecas mais graves foram relatadas por pessoas com endometriose profunda e endometriomas.

As enxaquecas menstruais são comuns; cerca de 60% das mulheres com enxaqueca têm dores de cabeça na época de seu período. 65% das pessoas com endometriose relataram dores de cabeça menstruais. E mais, os dados apontam que as mulheres com endometriose também estão mais propensas a ter dores de cabeça do tipo não-enxaqueca.

Enxaqueca e qualidade de vida

Por que tudo isso é importante? Como a endometriose, a enxaqueca pode impedir as pessoas de participarem de suas atividades normais. A maioria das pessoas com enxaqueca nunca obtém um diagnóstico e mais da metade nunca fala com seus médicos sobre as dores de cabeça. 

Inclusive, a depressão é mais comum em mulheres com enxaquecas e as enxaquecas são mais prováveis ​​de serem ignoradas em pessoas com outras condições médicas crônicas.

Por tudo isso, é evidente que a enxaqueca tem um sério impacto na vida das pacientes.

Opções para o alívio da dor

Muitas pessoas encontram alívio para as enxaquecas por meio de mudanças no estilo de vida, como dieta, exercícios e mindfulness. Porém, também há muitos medicamentos eficazes para prevenir e interromper a enxaqueca, especialmente a enxaqueca menstrual. 

A enxaqueca menstrual geralmente melhora com alguns dos mesmos medicamentos hormonais que ajudam na endometriose. Caso seu ginecologista ou médico de atenção primária não puder ajudar, peça para ver um especialista em enxaqueca.

Enxaqueca e endometriose são dois problemas crônicos de saúde dolorosos que muitas vezes andam de mãos dadas. Por isso é tão importante conscientizar cada vez mais pessoas sobre essa relação.

Sempre que tiver dúvidas, fale com seu médico de confiança. Priorize sua saúde!