As mudanças no corpo feminino durante a puberdade.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
As mudanças no corpo feminino durante a puberdade

Com a chegada da puberdade, todo o organismo passa por alterações intensas que podem surpreender mães e filhas. Neste artigo iremos explicar quais são essas principais mudanças.

É necessário ressaltar que cada corpo tem seu próprio tempo e a ordem e duração das fases dessas mudanças são individualmente diferentes. Compreender, acolher e respeitar cada processo faz com que seja mais tranquilo experienciá-los.

A puberdade

Puberdade é o nome do período em que ocorre a transição da infância para a vida adulta. As meninas costumam iniciar a puberdade entre os 8 e 13 anos de idade. Ao final desse período, por volta dos 18 anos, a maturação sexual está completa.

É nesse momento que podemos observar, além do desenvolvimento físico, o amadurecimento mental e social dos indivíduos.

O início da puberdade é bastante particular, pois depende de uma série de fatores genéticos, psicológicos, ambientais e também das condições fisiológicas e de nutrição da criança.

É possível estabelecer que, independente do sexo, as principais alterações que ocorrem com o organismo são:

  • estirão puberal (crescimento acelerado da estatura que dura de 2 a 4 anos);
  • desenvolvimento do sistema esquelético e muscular;
  • desenvolvimento do sistema reprodutor.

As fases da puberdade no corpo feminino

A seguir faremos uma lista com as principais mudanças do corpo feminino durante essa fase da vida.

1 – Crescimento Acelerado

O crescimento acentuado da estatura costuma estar entre os primeiros sinais de que a puberdade teve início.

É normal que as garotas sintam uma certa estranheza em relação ao corpo e que suas proporções não pareçam adequadas ou harmônicas.

As mãos e pés ficam maiores, seguidos dos ossos dos braços e das pernas. O corpo cresce, as roupas e sapatos de repente não servem mais. O ganho de peso também é comum, pois os ossos ficam maiores e mais densos.

2 – Desenvolvimento dos Seios

O desenvolvimento das mamas acontecem por etapas. Primeiro surgem pequenos caroços sob os mamilos e aos poucos eles ficam maiores e mais cheios. É comum que em alguns casos eles fiquem doloridos.

O desenvolvimento completo das mamas pode levar até 3 anos para acontecer e muitas vezes as meninas apresentam curiosidade e ansiedade para saber de que tamanho ficarão.

Por isso, é importante explicar que cada seio é único e o tamanho deles dependem diretamente de fatores genéticos.

É normal que um seio cresça mais que o outro no início da puberdade, entretanto essa diferença é compensada mais tarde. Mulheres adultas costumam ter seios assimétricos, porém a diferença costuma ser bem pequena. 

Caso perceba que há uma diferença muito grande no tamanho dos seios já durante a puberdade, é indispensável agendar uma consulta médica.

3 – Curvas pelo Corpo

A pélvis cresce bastante nessa fase e o quadril começa a ficar mais largo enquanto a cintura diminui.

Com o desenvolvimento concomitante dos seios, o corpo ganha certa forma e aquele desconforto do início do estirão puberal aos poucos vai passando.

O aumento de peso fica ainda mais perceptível, porém não há motivo para alarme. Continue cuidando da alimentação e incentivando a prática de exercícios físicos ideais para a fase infanto-juvenil. Lembre-se: ganhar peso na puberdade é perfeitamente normal.

4 – Surgimento dos Pelos

No início da puberdade a região pubiana começa a apresentar pelos macios e pouco volumosos e, com o passar do tempo, eles ficam mais ondulados e compridos. É nessa fase que os pelos das axilas também começam a crescer.

5 – Suando em Bicas

É provável que as meninas comecem a transpirar mais do que antes da puberdade. O desenvolvimento das glândulas sudoríparas faz parte do processo. Pode ser um momento propício para conversar sobre o possível início do uso de desodorantes.

6 – Desenvolvimento dos Órgãos Genitais

Os órgãos genitais também crescem durante a puberdade. Os pequenos e grandes lábios, partes integrantes da vulva, se desenvolvem acompanhando as mudanças internas do comprimento do canal vaginal e aumento de tamanho do útero.

7 – Secreção e Menstruação

Pode ser que as garotas estranhem o início das secreções vaginais. É importante explicar que são resultantes de processos naturais do corpo para proteger e limpar a vagina.

O momento da menarca – a primeira menstruação – é um marco na vida de toda mulher e merece atenção especial.

Durante a puberdade é normal que as menstruações sejam imprevisíveis, com intervalos de até 6 meses entre um ciclo e outro. Os sangramentos também tendem a ser irregulares e a duração deles pode variar de 1 a 10 dias. 

Inclusive, é possível que ocorram sangramentos entre os ciclos menstruais. Aos poucos o corpo vai se adaptando e a regularidade da menstruação surge gradativamente ao longo de um processo que pode levar 2 anos para ser concluído.

O importante é apoiar as meninas e garantir segurança e conforto. Estabelecer uma linha de diálogo franco e aberto também ajudar a transmitir confiança.

A puberdade é um momento delicado em que dúvidas e inseguranças ocorrem, entretanto é passageiro.

Caso tenha alguma dúvida, entre em contato com sua médica ginecologista de confiança e pergunte tudo que for necessário sobre o desenvolvimento de sua filha.