Aspectos emocionais relacionados à endometriose

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Aspectos Emocionais Relacionados à Endometriose

Compreender os aspectos emocionais da endometriose é tão importante quanto entender as questões fisiológicas da doença. Afinal, uma condição clínica delicada como essa impacta diferentes áreas da vida.

É evidente que a endometriose não é uma ameaça fatal, porém o crescimento da mucosa que reveste a cavidade uterina em outros locais e órgãos do corpo é algo bastante doloroso. Pode, inclusive, prejudicar as relações sexuais e, até mesmo, causar infertilidade.

Em muitos casos as mulheres com endometriose nunca tinham ouvido falar da doença até serem diagnosticadas com ela, em um processo desgastante que pode levar anos.

Geralmente, é depois do diagnóstico, quando as dúvidas saltam e a mulher começa a buscar respostas, que os aspectos emocionais relacionados à endometriose começam a se manifestar com mais intensidade. Entre os sintomas, podemos citar:

  • ansiedade;
  • medo;
  • raiva;
  • frustração;
  • solidão;
  • incapacidade.

O nervosismo causado pelo diagnóstico provoca um turbilhão de emoções que pode atordoar a mulher. A sensação de não poder controlar tais sentimentos gera desespero e estresse para todo o organismo.

Muitas pacientes relatam que, mesmo com o apoio de amigos e familiares, a solidão sentida é bastante forte pelo fato de sentirem-se isoladas em um problema que parece não ter solução.

Por isso, buscar fontes confiáveis de informação e manter o diálogo com profissionais especializados em saúde feminina são formas efetivas de tratar a endometriose e seus efeitos da melhor forma possível.

Procure encontrar alguma maneira saudável de lidar com os próprios sentimentos. Escolha atividades relaxantes que lhe tragam a sensação de bem-estar. Praticar exercícios respiratórios, aplicar a técnica de mindfulness, meditação e relaxamentos guiados por áudio, podem ser métodos eficazes de combater a ansiedade. Atividades físicas e hobbies também são ótimas opções.

Não existe comprovação científica de que doenças podem ser causadas apenas por sentimentos ou estados de humor alterados, mas sabemos que a mente tem sua parcela no funcionamento do organismo e que o ideal é buscar o alinhamento entre a vitalidade do corpo e a saúde mental.

Tente conversar sobre seus sentimentos com as pessoas em que você confia e busque orientações médicas com especialistas sempre que sentir necessidade.