3 dicas para combater a fadiga da endometriose

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
3 dicas para combater a fadiga da endometriose

A fadiga da endometriose é uma realidade que as pacientes vivenciam cotidianamente. É muito frustrante ter que cancelar planos ou recusar convites que gostaríamos muito de aceitar por causa deste cansaço persistente.

A sensação de derrota quando você sente que não tem energia suficiente para realizar as atividades do dia a dia é realmente decepcionante.

Nesses casos, o que uma endo guerreira pode fazer?

A primeira coisa é permanecer positiva e conectada com sua rede de apoio. Dessa forma, você se lembra de que não está sozinha. É fundamental estar cercada por pessoas que entendam que você não está sendo preguiçosa ou dramática e que a fadiga é real.

Além disso, existem algumas estratégias que podem ser seguidas no intuito de fornecer um acréscimo de energia para o corpo.

Hidratação

Geralmente beber água auxilia em inúmeras questões e sobre a fadiga da endometriose não seria diferente.

É algo simples de se fazer, mas algumas pessoas sentem dificuldade para atingir o nível necessário de hidratação.

A quantidade estimada de água que uma pessoa entre 18 e 55 anos deve ingerir por dia é de 35 ml por quilo corporal. Por exemplo, uma pessoa nessa faixa etária que pesa 70 kg precisa tomar 2,45 litros de água durante o dia. 

Estar devidamente hidratada é a chave para que seu corpo transporte os nutrientes essenciais para um bom funcionamento e as células mantenham altos níveis de energia. Então, hidrate-se!

Valorize seu descanso

Permitir que o corpo tenha um tempo adequado para descansar e se recuperar também nos ajuda a ter a energia de que precisamos durante o dia. Por isso, a hora de dormir é importante.

Nós tendemos a ter melhor qualidade de sono ao ir para a cama por volta das 22h e acordar por volta das 6h do que se estivéssemos acordadas até 1h ou 2h e dormindo bem até as primeiras horas da manhã.

Considere criar uma rotina noturna que ajudará seu corpo a dormir um pouco mais cedo. Desligar o celular à noite, por mais difícil que seja, contribui para melhorar a qualidade do sono. 

Pode ser uma transição gradual, mas vale a pena tentar e ver como funciona para você.

Evite açúcar em excesso

Vamos conversar sobre as coisas que estão drenando nossa energia – alimentos açucarados! É fato que alimentos com muito açúcar garantem um pequeno aumento na disposição, mas esse pico é seguido por uma inevitável e ainda maior queda de energia.

Felizmente, as duas primeiras etapas sobre as quais falamos – hidratação adequada e sono de qualidade – podem ajudar a reduzir os desejos por açúcar, então já começamos bem. Em seguida, tentamos encontrar opções doces mais saudáveis.

As tâmaras são sempre uma boa opção, especialmente se forem enroladas em flocos de coco ralado. Frutas frescas cobertas com um pouco de creme de coco também podem te ajudar.

A chave é abrir gradualmente menos espaço para esses alimentos ricos em açúcar que estão drenando sua energia. Isso dá a oportunidade de obter um gás a mais e, finalmente, ter disposição para fazer as coisas que queremos em nosso dia.

Combater a fadiga da endometriose é possível!